CHECKLIST DA CAIXA SANITÁRIA: aberta ou fechada?


Há algumas semanas retomei minha conta do Pinterest com o intuito de reunir e compartilhar informações úteis sobre gatos em geral: raças, manejo, comportamento, enriquecimento ambiental e sensorial.


Fiquei um tanto perplexa quando vi a quantidade de caixas sanitárias fechadas. Muitas delas, além de serem fechadas, estavam dentro de um móvel também fechado: armário de banheiro, estante, criado mudo, aparador de sala, etc. Apenas com um vão para o gato entrar.


Coisa linda de se ver! Mas... linda para quem? Funcional para quem? Útil para quem? Só se for para o tutor...


Todos os meus últimos posts foram de reflexões com vocês, leitores, seguidores e principalmente clientes das minhas consultorias de comportamento. E esse não será diferente. Vamos debater um pouco sobre vantagens e desvantagens das caixas sanitárias abertas X fechadas.


E COM A PALAVRA, O GATO!


Quem não gosta de usar um banheiro privativo, sossegado, silencioso, limpo e tendo a certeza de que não será surpreendido? Nós e os gatos, não é mesmo? Então, será que um móvel com uma caixa dentro cumpre os requisitos acima? Em partes, sim! É um lugar sossegado, silencioso e às vezes privativo. Por que somente às vezes? Casas multicat ou multiespécies (cães e gatos) nem sempre oferecem essa privacidade toda. Como um gato vai saber que o outro está usando a caixa? Somente entrando nela (já que não temos a trava de ocupado/desocupado na porta, rsrsrs...). E vez ou outra ele pode pegar o amigo "na obra", "com a mão na massa". Você deve estar se perguntando: mas essa não seria a única caixa de uma casa. Concordo, mas em partes! Muitas caixas são compartilhadas entre todos os gatos. Em algumas eles fazem só xixi e em outras só cocô.


Esclarecida a parte da "quase" privacidade, como fica o fator limpeza?

Quem aí já usou um banheiro ou um lavabo sem janelas, daqueles que tem somente um pequeno exaustor automático? (Eu já morei em uma casa com um lavabo desses...). E por que o exaustor? Por causa do cheiro!! Mas a caixa do gato nãooooo tem exaustor, minha gente! O móvel, esse tal armário, criado mundo, nãaaooo tem exaustor! Logo, o cheiro todo fica ali! E sabendo que o gato é uma espécie completamente higiênica, o que fazer?


Vamos a um checklist para saber se a caixa fechada é para você, ou melhor, para a sua realidade:


CAIXA FECHADA DENTRO DE UM MÓVEL FECHADO - VANTAGENS E DESVANTAGENS


Vantagens para você:

  • zero odor no ambiente;

  • a caixa fica escondida;

  • a caixa pode ficar em qualquer ambiente;

  • elimina o problema de granulados espalhados pelo cômodo;

  • você pode guardar os recursos do gato no mesmo armário, logo o ambiente ficará mais organizado;

  • nem parece que a casa tem gato!


Vantagens para o gato:

  • hhhmmmm..... continuo pensando...


TESTE DA CAIXA FECHADA:


Esquecendo o móvel fechado, vamos pensar apenas em uma caixa sanitária fechada, certo? Ela seria para o seu gato? Será que todos se adaptariam? Vamos a um checklist rápido para testarmos se esse tipo de liteira se encaixa para o seu gato e no seu estilo de vida:

  • você tem tempo para condicionar o(s) gato(s) a usar(em) a caixa fechada? (por volta de 30 dias ou mais;)

  • você tem a possibilidade de limpar os dejetos da caixa imediatamente depois que o(s) gato(s) defecar(e)m/urinar(em)?

  • você tem condições de monitorar o hábito de uso da caixa sanitária de todos os gatos da casa antes da mudança para a caixa fechada e por 90 dias no pós mudança?

  • você tem o hábito de lavar as caixas sanitárias religiosamente 1x/semana, retirando os dejetos, inutilizando o granulado, lavando todas com água e sabão neutro e repondo a quantidade média de 4 dedos de granulado?


Se você não gabaritou os 4 itens acima, sinto em lhe dizer: continuaremos a usar a caixa aberta!!


Um detalhe importante é que muitos gatos não se adaptam à caixa fechada, mesmo fazendo todos os passos de readaptação/condicionamento. Em caso de dúvidas, estou à disposição para uma consulta comportamental para avaliarmos o seu caso.


Para muitos tutores, a caixa sanitária fechada é sonho de consumo, mas para a grande maioria dos gatos, ela pode ser um verdadeiro pesadelo... Caso, neste momento, você esteja tendo problema com eliminação inapropriada dos seus gatos e eles utilizam uma caixa fechada, que tal repensar o seu uso e colocar alternativas de caixas abertas também?


CAIXA ABERTA - A PREFERÊNCIA DE 98% DOS GATOS!


Sim, 98% porque já peguei uma pequena porcentagem de gatos que preferem a caixa sanitária fechada. Mas o que esses 2% de gatos tem em comum? Na verdade, não são os gatos, mas sim os tutores! Esses tutores cumprem religiosamente a assepsia das caixas diariamente, ou melhor, várias vezes ao dia, a cada vez que eles ouvem o gato cavando o granulado. Porém, nem todo mundo tem essa possibilidade, não é mesmo? Muitos de nós ficamos 10, 12, até 14 horas fora de casa. Então, como limpar?


Caixa aberta! Ela não concentra tanto o odor. E minha sugestão de uso para quem trabalha fora: limpar os dejetos 2x ao dia, manhã e noite.


A caixa sendo aberta, não tira a responsabilidade da limpeza completa semanal: jogar todo o granulado fora, lavar com sabão neutro, colocar 4 dedos de granulado limpo e reabilitar para uso.


E uma última resposta para uma pergunta que é muito recorrente nos meus atendimentos: "quero ensinar o meu gato a fazer xixi no vaso sanitário. É possível?". Respondo com uma outra pergunta: como faremos com esse gato quando ele chegar à senilidade e não conseguirá subir no vaso?


Gente, ter bicho (qualquer um!) é respeitar a natureza da espécie e a individualidade de cada um. Não tem jeito! Muitas soluções são lindas na foto e no papel, mas e na prática? Já está passando da hora de exercermos a nossa guarda responsável também neste sentido: provendo um ambiente agradável para o animal e não só para nós.


E você? Qual caixinha seu gato mais gosta? Me conta!


IMPORTANTE: XIXI E/OU COCÔ FORA DA CAIXA SANITÁRIA DEVEM SER INVESTIGADOS EM DETALHES POR UM MÉDICO VETERINÁRIO DE MEDICINA DE FELINOS. NADA DE "PIRRAÇA", "VINGANÇA" OU "PROVOCAÇÃO" POR PARTE DO GATO. SEM ROMANTIZARMOS POSSÍVEIS PROBLEMAS CLÍNICOS, OK?


Um beijo,

Valéria.



85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo